Pesquisa - FAQ

Versão para impressão

DÚVIDAS MAIS FREQUENTES SOBRE PROJETOS DE PESQUISA

Como encaminhar um Projeto de Pesquisa na UFRPE?

a) O primeiro passo para o encaminhamento de um Projeto de Pesquisa é a leitura atenta da Resolução 436/2005, a qual contém as principais informações sobre o assunto (veja em Legislação, no site da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, www.prppg.ufrpe.br).

b) O passo seguinte é a confecção do Projeto de Pesquisa propriamente dito (vide Modelo), o qual deve contemplar as seguintes ações:

  • Ajustar o projeto à Resolução 436/2005 - CEPE – através da inclusão da lista de atividades específicas para cada membro do projeto.

  • Ajustar o projeto à Resolução 436/2005 - CEPE – através da inclusão dos resultados esperados.

  • Ajustar o projeto à Resolução 436/2005 - CEPE – através da inclusão do orçamento geral do projeto.

  • Informar início e final previstos.

c) Em seguida, formar processo (procedimento padrão) e encaminhá-lo à Direção do Departamento de origem do Coordenador do Projeto, o qual solicitará um parecer da Comissão de Pesquisa Departamental, para que o CTA possa aprovar e emitir uma Decisão. Cabe ressaltar que caso ocorra o envolvimento de animais na pesquisa, haverá necessidade de incluir no processo um parecer da Comissão de Ética no Uso de Animais – CEUA, da UFRPE.

d) Com uma cópia da Decisão do CTA, o Projeto de Pesquisa será enviado para a Reitoria da UFRPE, a qual o encaminhará à Secretaria Geral dos Conselhos para preparar uma Decisão.

e) A Coordenação Geral de Pesquisa-COPESQ/PRPPG recebe o projeto para análise do atendimento à Resolução 436/2005. Caso este não atenda, ou atenda parcialmente, o mesmo retornará ao Pesquisador Coordenador solicitante para que sejam sanadas as divergências.

f) Em seguida, o Projeto de Pesquisa será encaminhado à Câmara de Pesquisa e Pós-Graduação do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão para relatação, posterior aprovação e emissão da Decisão do CEPE.

g) A Secretaria Geral dos Conselhos devolverá o Projeto de Pesquisa à Coordenadoria Geral de Pesquisa-COPESQ da PRPPG para cadastramento em seu banco de dados.

h) Finalizando, o Projeto de Pesquisa será enviado ao Pesquisador solicitante para que tome ciência e o mantenha em seu poder para controle das etapas a serem cumpridas (Ex.: envio à COPESQ dos Relatórios Parciais e Relatório Final) ou, caso tenha uma cópia, o encaminhe ao Arquivo Geral da UFRPE.

Como manter meu Projeto de Pesquisa ATIVO e REGULAR?

A manutenção da regularidade de seu Projeto de Pesquisa depende do encaminhamento dos Relatórios de atividades. Para isto, os Relatórios, Parcial(is) e Final, deverão ser encaminhados (conforme Modelo da Resolução 436/2005) para a Coordenadoria Geral de Pesquisa-COPESQ da PRPPG, a cada 2 (dois) anos (Relatórios Parciais) e ao término do Projeto (Relatório Final).

Como prorrogar a vigência do meu Projeto de Pesquisa?

Para que um Projeto de Pesquisa seja prorrogado NÃO é necessária uma nova Decisão do CEPE. O Pesquisador Coordenador deverá encaminhar um memorando à Direção de seu Departamento solicitando prorrogação, anexando uma cópia de seu Projeto de Pesquisa com um novo cronograma atualizado e o Relatório Final, ambos seguindo o modelo da Resolução 436/2005, o qual emitirá uma Decisão do CTA e a encaminhará à Coordenadoria Geral de Pesquisa-COPESQ da PRPPG.

Necessito fazer um novo Projeto de Pesquisa para pedir bolsas do PIBIC?

A submissão de pedido de bolsa ao PIBIC/CNPq/UFRPE NÃO necessita da elaboração de um novo Projeto de Pesquisa. O solicitante pode encaminhar apenas um PLANO DE TRABALHO para o possível bolsista, anexando um Projeto de Pesquisa ATIVO e SEM PENDÊNCIAS, já existente, e com Decisão do CEPE.

O que é um Grupo de Pesquisa? Como saber se as atividades desenvolvidas por um conjunto de pesquisadores constituem um Grupo de Pesquisa?

Um Grupo de Pesquisa é definido como um conjunto de pesquisadores, estudantes e pessoal de apoio técnico que está organizado com vistas à execução de linhas de pesquisa, segundo uma regra hierárquica fundada na experiência e na competência técnico-científica. Esse conjunto de pessoas utiliza, em comum, facilidades e instalações físicas.

Como cadastrar um Grupo de Pesquisa no Diretório?

a) O primeiro passo é solicitar à Coordenadoria Geral de Pesquisa-COPESQ/ PRPPG o cadastramento do LÍDER no CNPq. O líder precisa, necessariamente, ter um currículo na Plataforma Lattes no CNPq.

b) Em seguida, o líder cadastrado deverá registrar seu Grupo de Pesquisa no Diretório de Grupos do CNPq. O formulário está disponível no site de “líderes de grupo”, em “atualizar/inserir novo grupo”. A senha de acesso é a senha Lattes do líder. Enquanto o preenchimento não estiver completo, o “status do grupo” permanecerá EM PREENCHIMENTO. Somente após o completo preenchimento do formulário, e o seu envio ao CNPq (enviar CNPq), o grupo passará à condição de AGUARDANDO CERTIFICAÇÃO.

c) Após o cumprimento destas etapas, caberá ao Coordenador Geral de Pesquisa da PRPPG a certificação do(s) grupo(s) enviado(s) ao CNPq (AGUARDANDO CERTIFICAÇÃO). A partir deste momento a condição do Grupo passará para GRUPO CERTIFICADO.

 

CONDIÇÃO DOS GRUPOS NO CNPq

- Aguardando certificação pela instituição: é a condição atribuída a um Grupo novo enviado ao CNPq pelo líder. O Grupo se manterá sob esta condição até que o Coordenador Geral de Pesquisa da instituição promova (ou negue) a certificação do Grupo, no prazo máximo de 12 meses. Depois de permanecer 12 meses com a condição de Aguardando certificação pela instituição, o Grupo poderá ser excluído da base pelo CNPq, não podendo mais ser recuperado, nem seu espelho ser visualizado no site.

 - Certificado pela instituição: é o Grupo, enviado pelo líder, que foi certificado pelo Coordenador Geral de Pesquisa da sua instituição. Somente os Grupos com essa condição são considerados pelo CNPq para os Censos do Diretório e para as consultas de acesso irrestrito da Base Corrente. O prazo de validade de um Grupo certificado é de 12 meses. Assim, um Grupo certificado que permaneça mais de 12 meses sem atualização passa para a condição de grupo não-atualizado. O retorno de um grupo não-atualizado para a condição de grupo certificado será automático, tão logo seja atualizado e enviado pelo Líder. Um grupo certificado deve ser atualizado sempre que houver novas informações, mas, atenção: após qualquer atualização de dados, o Líder precisa enviar os dados novamente (botão “enviar ao CNPq” do formulário), para que o Grupo não fique na situação “em preenchimento”.

 - Certificação negada pela instituição: é o Grupo, enviado pelo líder, que teve a certificação negada pelo Coordenador Geral de Pesquisa da instituição. Os Grupos com certificação negada pelo Coordenador Geral de Pesquisa, se atualizados pelos líderes e reenviados ao CNPq, passam a ter a condição de Aguardando certificação. Depois de 12 meses com a condição de Certificação negada pela instituição, o grupo poderá ser excluído da base pelo CNPq, não podendo mais ser recuperado nem seu espelho ser visualizado no site.

 - Grupo não-atualizado: é o Grupo que perdeu a certificação por estar há mais de 12 meses sem atualização. Esse Grupo retornará, automaticamente, para a condição de grupo certificado, depois que suas informações forem atualizadas e enviadas ao CNPq pelo líder. Depois de 12 meses com a condição de Grupo não-atualizado, o Grupo poderá ser excluído da base pelo CNPq, não podendo mais ser recuperado nem seu espelho ser visualizado no site.

- Grupo em preenchimento: é o Grupo cujos dados estão sendo “editados” pelo líder, através do formulário “online”. Um Grupo sai da condição Em preenchimento apenas depois do seu líder enviar os dados ao CNPq. Para isso, o líder deve acessar o link Atualizar/Inserir novo grupo em seu site, editar o Grupo que está Em preenchimento, e clicar no botão “Enviar ao CNPq”. Após o envio, o Grupo volta para a condição em que estava anteriormente (se for uma atualização de dados) ou fica aguardando certificação pelo Coordenador Geral de Pesquisa (se for um Grupo novo). Depois de permanecer 12 meses com a condição de grupo Em preenchimento, o mesmo poderá ser excluído da base pelo CNPq, não podendo mais ser recuperado nem seu espelho ser visualizado no site.

 -Grupo Excluído: é o Grupo que foi excluído da base de dados pelo seu Líder, através do site de Líderes de grupo, ou excluído pelo próprio CNPq nas situações previstas e explicitadas anteriormente. Um Grupo nessa situação não pode mais ter seus dados recuperados e editados pelo Líder para atualizações e não fica acessível para alteração da condição pelo Coordenador Geral de Pesquisa. Se um Grupo excluído pelo CNPq, ou mesmo pelo próprio Líder, ainda for um Grupo ativo, o Líder poderá cadastrá-lo novamente no sistema, utilizando a opção de Inserir novo grupo.

Quanto tempo demora para que um Grupo enviado seja incluído na base de dados do Diretório?

O programa “online” permite que o Grupo seja carregado na base de dados imediatamente após o envio. No entanto, para que fique disponível no site de consultas da Base Corrente, é necessário um prazo mínimo de 12 horas. Grupos novos precisam ser certificados pelo Coordenador Geral de Pesquisa da instituição para serem disponibilizados na Base Corrente.

Todos os Grupos enviados pelos líderes são incluídos na base corrente e nos censos do Diretório?

São considerados válidos para o CNPq apenas os Grupos certificados pelos dirigentes institucionais de pesquisa. Assim, tanto nos Censos como no site de consultas à Base Corrente, são incluídos apenas os Grupos certificados. Os Grupos com condição diferente de certificado só podem ser acessados pelos dirigentes de pesquisa e participantes dos grupos (líderes, pesquisadores e estudantes) por meio de senha, em suas respectivas páginas do site de coleta de dados.

Como incluir no Diretório um Grupo de Pesquisa formado por pesquisadores de duas ou mais instituições que trabalham em associação (Redes de Pesquisa)?

Cada Grupo deve ser cadastrado na instituição a que pertence, ressaltando no campo ''repercussões do trabalho do grupo", no formulário, que o Grupo integra uma rede denominada tal e tal, financiada por tais e tais agências e composta por Grupos nas instituições tais e tais. Acredita-se que, em cada instituição que contribui para o trabalho da rede, exista um(a) pesquisador(a) que seja o "cabeça" da rede naquela instituição. Este pesquisador pode ser, então, considerado o Líder do Grupo naquela instituição.

Um Grupo pode ter mais de um Líder?

Um Grupo pode ter até no máximo dois líderes. No entanto, por uma questão burocrática e de funcionamento do sistema, apenas a senha Lattes do primeiro líder dá acesso ao site de líderes, onde está disponível o formulário do sistema Grupo para inclusão e atualização de dados.

Um Grupo pode ter a participação, ou mesmo ser liderado, por um pesquisador estrangeiro?

Sim. Não há qualquer restrição quanto à participação de estrangeiros no Grupo. No entanto, o currículo Lattes também é obrigatório para esses pesquisadores.

Um Grupo pode ser composto por apenas 01 (um) pesquisador?

Sim. Um Grupo pode ser composto de apenas 01 (um) pesquisador. Na quase totalidade desses casos, os Grupos se compõem do pesquisador e dos estudantes que orienta. Todavia, os Grupos unitários são atípicos no Diretório.

O que é um “Grupo não-atualizado”?

É o Grupo que perdeu a certificação por estar há mais de 12 meses sem atualização.

Um Grupo certificado perde a certificação depois de ser atualizado pelo líder?

Não. Um Grupo certificado não perde a certificação depois de alterado pelo Líder. No entanto, se houver troca de liderança, o Grupo necessitará de nova certificação pela instituição.

Como são identificados os líderes de Grupos de Pesquisa? Qual a titulação mínima exigida para um líder de Grupo?

A identificação de líderes de Grupos é de total responsabilidade da instituição, através do dirigente institucional de pesquisa. O CNPq auxilia nesse processo disponibilizando aos dirigentes, no site a eles destinado, ferramentas de consulta à base de currículos Lattes, de bolsistas de produtividade em pesquisa e de orientadores de bolsistas de Mestrado e Doutorado do CNPq. Depois de identificados, os líderes precisam ser cadastrados no sistema pelos dirigentes. O Diretório não exige titulação mínima para líderes, essa decisão também cabe ao Dirigente. No entanto, o Grupo cujo líder não é Doutor é considerado atípico.

É possível ser líder de mais de um Grupo?

Sim. No entanto, é considerado atípico no Diretório participar de mais de quatro Grupos, independentemente da condição de liderança.

Quando há mudança do primeiro líder de um Grupo, como fazer para atualizar o Grupo? Como se faz a troca de liderança no formulário?

Quando há mudança do primeiro líder, uma solução é o antigo líder trocar a liderança do Grupo(*) e reenviar o formulário para o CNPq. Daí por diante, somente o novo líder, utilizando sua senha Lattes, terá acesso aos dados do Grupo. Não sendo possível a solução acima, o novo líder deverá criar um novo Grupo, redigitando todos os dados e preservando a data de criação do Grupo para não perder a perspectiva histórica do mesmo. O dirigente de pesquisa da instituição deve ser avisado para providenciar a alteração da condição do antigo Grupo, negando a certificação ao mesmo e, se for o caso, descadastrando o antigo líder.

(*) Como fazer a troca de liderança?

O antigo líder deve acessar o formulário Grupo pelo seu site de Líderes de Grupo, Atualizar/Inserir novo grupo, Editar. No módulo "Identificação do grupo" fazer a troca de liderança (é só clicar na seta ao lado do nome do líder e escolher outro participante do Grupo para fazer a liderança). Importante: o novo líder precisar estar, necessariamente, cadastrado como líder pelo Dirigente de pesquisa da instituição e fazer parte do Grupo como Pesquisador. Se ainda não estiver, esse procedimento deve ser feito primeiro. Após a mudança, o Grupo deve ser enviado ao CNPq.

O segundo líder, ou outro integrante, do Grupo pode acessar os dados do Grupo para fazer atualizações?

Somente o primeiro líder do Grupo, por meio de sua senha Lattes, tem acesso ao formulário (hoje existente apenas na versão on line) para fazer as atualizações. O primeiro líder pode passar essa atribuição para outra pessoa, desde que não veja inconveniência em passar sua senha a ela. Para apenas visualizar dados do Grupo de que participa, qualquer integrante do mesmo pode acessar sua página específica (de Pesquisador ou de Estudante) no site de Coleta de dados, utilizando sua própria senha Lattes.

É possível incluir um pesquisador ou estudante no Grupo que não possua um currículo Lattes no CNPq?

Não. O currículo Lattes é obrigatório para pesquisadores e estudantes participantes do Grupo. Além disso, o sistema não permite que o Dirigente cadastre como Líder um pesquisador sem CV Lattes.

O que é linha de pesquisa? Qual a diferença entre linha e projeto de pesquisa?

Linha de pesquisa: representa temas aglutinadores de estudos científicos que se fundamentam em tradição investigativa, de onde se originam projetos cujos resultados guardam afinidades entre si.

Projeto de pesquisa: é a investigação com início e final definidos, fundamentada em objetivos específicos, visando a obtenção de resultados, de causa e efeito ou colocação de fatos novos em evidência.

Devo manter meu Grupo de Pesquisa atualizado?

O Grupo de Pesquisa deve ser atualizado pelo Líder, pelo menos, a cada 12 meses. Caso decorra mais de 12 meses sem atualização, o Grupo passará à condição de Não-Atualizado (Grupo que perdeu a certificação por estar há mais de 12 meses sem atualização). Esse Grupo retornará, automaticamente, para a condição de grupo certificado, depois que suas informações forem atualizadas e enviadas ao CNPq pelo líder. Depois de 12 meses com a condição de grupo não-atualizado, o Grupo poderá ser excluído da base pelo CNPq, não podendo mais ser recuperado, nem seu espelho ser visualizado no site.

Os Grupos de Pesquisa deverão ser recredenciados a intervalos de dois anos através do envio de Relatório Específico à COPESQ/PRPPG, cujo modelo está disponível na pagina www.prppg.ufrpe.br, podendo a documentação comprobatória ser solicitada.

 

Caminho da Pesquisa - Fluxograma

Outras Informações: www.cnpq.br

 

Recife, 25 de maio de 2012.

Marcelo Brito Carneiro Leão
Rejane Magalhães de Mendonça Pimentel
Giusepe Angelo Camilo Zoppi